foto1 foto2 foto3 foto4 foto5


.
arado@arado.pt

O QUE É UM RADIOAMADOR

 

Entende-se por radioamador o aficionado pelos estudos de transmissão e receção de ondas eletromagnéticas, bem como a criação e aperfeiçoamento de novos modos e protocolos de comunicação de sinais, voz, dados ou imagem, em frequências compreendidas entre 135,7 kHz e 250 GHz. A atividade de um radioamador é interpretada por muitos cidadão comuns como um “hobbie” simples, uma forma vulgar de matar tempo ou até mesmo um desporto. Por definição o radioamador é aquele que utiliza os seus equipamentos de radiocomunicação sem fins comerciais, com finalidade de estudos, aprimoramento pessoal e integração entre os povos.

 

Contudo, é relevante considerar que a interdisciplinaridade do Radioamadorismo tem sido ao longo de mais de um século de saber e conhecimento sobre as ciências radio-elétricas, um meio de estudo e de investigação científica para muitas centenas de milhares de investigadores de todo o mundo ligados à industria, à investigação e desenvolvimento da Rádio, é no essencial um meio de auto aprendizagem sobre as técnicas e as ciências da rádio, nas vertentes do radioamadorismo desportivo ou de lazer, mas também do radioamadorismo científico com fatores de qualificação e utilidade pública.


São os radioamadores a reserva de comunicações, que as nações possuem, em caso de falha dos meios oficiais de comunicações. Os radioamadores são possuidores de licença de operação emitida pelos órgãos de regulamentação de telecomunicações dos Países no caso português a  (ANACOM - Autoridade Nacional de Comunicações).